jump to navigation

Funcionários dos Correios oficializam fim da greve julho 22, 2008

Posted by portaldoestudante in Notícias.
Tags: , ,
add a comment

Quinze Estados, o Distrito Federal e o interior de São Paulo votaram hoje pelo fim da greve dos funcionários da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT). Este quorum, segundo o estatuto da Federação Nacional dos Trabalhadores em Correios (Fentect), é suficiente para oficializar o fim da paralisação, iniciada no dia primeiro.

 

Outros Estados e a cidade de São Paulo realizam ainda hoje assembléias para votar a proposta fechada no sábado entre a Fentect, a diretoria da empresa e o ministro das Comunicações, Hélio Costa. A Fentect já apresentou ao Tribunal Superior do Trabalho (TST), esta tarde, o acordo negociado no sábado. O acerto estabelece o pagamento definitivo de abono de 30% para 43 mil carteiros da distribuição e coleta externa, um abono de R$ 260,00 mensais para outros 16 mil funcionários e a suspensão do desconto dos dias parados, que serão compensados com banco de horas de trabalho.

 

A previsão do ministro Hélio Costa é de que em dez dias todas as entregas estejam normalizadas. Até sexta-feira, 130 milhões de correspondências não haviam chegado aos seus destinatários.

Anúncios

Sem acordo, greve dos Correios vai continuar julho 18, 2008

Posted by portaldoestudante in Notícias.
Tags: , , , ,
add a comment

Sem acordo, a greve dos funcionários dos Correios vai continuar. A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) e a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) tinham até o meio-dia de hoje para manifestarem suas respostas à proposta sugerida pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST), na terça-feira, determinando o pagamento definitivo de uma gratificação de 30% aos carteiros, a serem calculados sobre o salário-base de cada um e pagos proporcionalmente às horas trabalhadas em serviços de coleta e entrega. Além do pagamento de 50% dos dias parados, o TST sugeriu na proposta a proibição de demissões pelo prazo de 60 dias, a partir de 18 de julho.

 

Após reunião que durou mais de dez horas entre as diretorias das entidades, ontem, na sede da ECT, nada foi resolvido e hoje tanto a Fentect quanto a ECT apresentaram contrapropostas ao TST, em resposta à proposta sugerida. O ministro do TST, Rider Nogueira de Brito, deve avaliar as contrapropostas e se pronuncia até amanhã. A greve teve início em 1º de julho.

 

De acordo com a assessoria de imprensa do TST, a ECT pediu ao Tribunal que conceda uma liminar determinando a suspensão da greve ou manutenção de 70% do efetivo, sob pena de multa diária no valor de R$ 100 mil. Até que Brito se manifeste, vale a decisão anterior que exige 50% dos funcionários trabalhando, sob pena de multa diária de R$ 30 mil.

 

A assessoria de imprensa da Fentect informou que não foi possível negociar com a ECT, pois não houve acordo em relação ao pagamento dos dias não trabalhados nem sobre a revogação do Plano de Carreiras, Cargos e Salários (PCCS), implantado em 1º de julho. O plano permite demissão por baixa produtividade.

Greve dos Correios não é justificativa para atrasos de pagamentos julho 15, 2008

Posted by portaldoestudante in Notícias.
Tags: ,
1 comment so far
SÃO PAULO – Segundo o IDEC (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), a greve dos correios não deve ser usada como justificativa para o não pagamento de contas. O Instituto recomenda ao consumidor que entre em contato com a empresa credora e solicite outra forma de pagamento ou prorrogação do vencimento.

Caso, depois de contatada, a empresa não disponibilize nenhuma outra forma de pagamento (como segunda via, envio de fax ou e-mail) e o consumidor receber a conta com cobrança de encargos, os valores poderão ser questionados.

Além disso, a entidade alerta que, se o consumidor sofrer qualquer tipo de prejuízo devido a atrasos na entrega de algum serviço contratado diretamente nos Correios, ele terá direito de pleitear ressarcimento.

Alternativa
Vale lembrar que quem tem contas a pagar, e não encontrar uma agência dos Correios aberta, pode fazer o pagamento nas agências bancárias, nas casas lotéricas, em alguns supermercados credenciados, via home banking e até via mobile banking.

E quanto aos serviços de entrega, há a alternativa de se procurar por serviços alternativos, como lembra a advogada da Pro Teste – Associação de Consumidores, Karin Veloso: “Se não for possível a substituição por fax ou e-mail, o consumidor deve procurar outras empresas de entrega que concorrem com o próprio Correio”, diz.

A greve
Sem trabalhar desde o início da manhã da última terça-feira (1), a categoria reivindica a adoção de um novo PCCS (Plano de Carreiras, Cargos e Salário), nova política de participação nos lucros e incorporação de 30% referente a um adicional de periculosidade.

De acordo com a assessoria de imprensa dos Correios, até o início da manhã desta quarta-feira (2), a greve já atinge 40% de um total de 55 mil trabalhadores do setor operacional, sendo o estado de Pernambuco o que apresenta maior adesão (80%). Em São Paulo, os números são de 20% de paralisação na capital e 15% no interior.

Com a paralisação, estão suspensos os serviços de Sedex 10, Sedex Hoje e Disque Coleta.

Leia Mais:
 

Com 108 milhões de cartas atrasadas, greve dos Correios pode chegar ao fim julho 15, 2008

Posted by portaldoestudante in Notícias.
Tags: ,
1 comment so far

Prazo termina às 12h do dia 17 e, caso não haja acordo, o dissídio irá a julgamento; Fentec fará outra proposta

SÃO PAULO – A paralisação dos funcionários dos Correios, que já dura 15 dias e causa o atraso de cerca de 108 milhões de correspondências e 365 mil encomendas, pode chegar ao fim ainda esta semana.
Representantes da Fentec (Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares) e dirigentes dos Correios têm até às 12h da próxima quinta-feira (17) para dizer se aceitam ou não a proposta apresentada durante reunião de conciliação realizada no TST (Tribunal Superior do Trabalho) no início da manhã desta terça-feira (15).
Proposta
A proposta apresentada pela ECT e intermediada pelo ministro do TST, Rider Nogueira de Brito, estabelece uma gratificação mensal e definitiva de 30% sobre o salário-base pago proporcionalmente às horas efetivamente trabalhadas em serviços de coleta e entrega.
Além disso, a nova proposta prevê a exclusão dos carteiros do PCCS (Plano de Cargos, Carreiras e Salários) 2008 e garante o pagamento de 50% do salário relativos aos dias de paralisação.
Caso não haja acordo até a data estipulada, o dissídio irá a julgamento. O relator sorteado foi o Ministro Maurício Godinho Delgado.
Fentec
Por meio de nota, a assessoria de imprensa do sindicato informou que a entidade deve apresentar uma proposta alternativa, que após passar por aprovação das assembléias estaduais será apresentada à ECT e ao TST.
A categoria reivindica a adoção de um novo PCCS, de uma nova política de participação nos lucros e a incorporação dos 30% de abono, referente a um adicional de periculosidade.
A assessoria também informa que a mobilização de cerca de 600 trabalhadores em frente ao palácio do Planalto deve continuar nesta terça-feira.
A paralisação conta com a adesão de 18% do total de 108 mil funcionários e de 27% dos 53 mil carteiros, de 21 estados mais o Distrito Federal, pode chegar ao fim na próxima quinta-feira (17).