jump to navigation

O Estado Moderno – O absolutismo junho 9, 2009

Posted by portaldoestudante in História.
Tags: , , , , , , , , , , , , ,
trackback

O Estado moderno, absoluto, por um lado constituía-se um “estado feudal transformado”, com a manutenção da burocracia administrativa e dos privilégios seculares dos senhores feudais. Por outro, demonstrava-se um dinâmico agente mercantil, incentivando o lucro, ampliando os mercados e apoiando os burgueses.

Os principais teóricos do absolutismo foram Nicolau Maquiavel, Jacques Bossuet e Thomas Hobbes. Maquiavel, autor de O Príncipe, dizia ser aceitável qualquer ação real, até mesmo a violência, desde que o objetivo seja o bem estar comum. Para Hobbes, autor de Leviatã, o Estado deveria ser uma entidade todo-poderosa, sendo todas as esferas sociais a ele submetidas. Jacques Bossuet foi o criador da teoria do Direito Divino dos Reis, segundo a qual o rei é um missionário de Deus na Terra. Dessa forma, criticar o rei seria o mesmo que criticar Deus. Com essa teoria criava-se um caráter intocável do poder absoluto.

Nesse contexto de concretização dos ideais absolutistas, a Inglaterra se constituia uma nação singular. A presença da Gentry fez esse país ser o primeiro a se livrar dos grilhões do poder absoluto, em prol de um governo burguês e voltado para o desenvolvimento econômico. A Gentry consistia da nobreza togada (ou de título), eram ricos burgueses que haviam comprado títulos nobiliárquicos e faziam parte do Parlamento. Logo, pode-se concluir que grande parte da nobreza inglesa era favorável ao fim dos entraves ao desenvolvimento capitalista e, portanto, dos abusos do absolutismo.

Carlos I, rei da Inglaterra e pertencente a dinastia Stuart, tenta criar novos impostos, batendo de frente com o Parlamento e gerando insatisfações. Os parlamentares lhe impõem a Petição dos Direitos (ou segunda Carta Magna), ratificando a impossibilidade de criação de novos impostos pelo rei sem a aprovação do Parlamento. Carlos I fecha o Parlamento. Em seguida, necessitando de fundos (provenientes da burguesia), o reabri. Ao tentar fechá-lo novamente desencadeia a Guerra Civil (ou Revolução Puritana). Os ingleses se dividem em dois partidos: os cavaleiros, partidários do rei; e os cabeças redondas, ligados ao Parlamento. Os cabeças redondas vencem a guerra e, sob a liderança de Oliver Cromwell, implantam o republicanismo na Inglaterra. Inicia-se o período denominado commonwealth. Esse é o único período da história inglesa onde se opta pelo republicanismo.

 

 Com a morte de Oliver Cromwell emerge uma instabilidade política na Inglaterra. O Parlamento opta pelo retorno da monarquia. O sucessor, diretamente ligado a dinastia Stuart, era católico e absolutista. Os parlamentares decidem apoiar Guilherme de Orange, holandês indiretamente ligado a dinastia Stuart. Guilherme vence, na denominada Revolução Gloriosa (ou inglesa) e é submetido, pelo Parlamento, a Bill of Rights, onde o poder real estaria submetido ao poder parlamentar.

 A Revolução Inglesa pode-se equivaler a Revolução Francesa, uma vez que ambas moviam-se no sentido do fim dos entraves absolutistas e remanescentes do mundo feudal ao progresso capitalista.

Comentários»

1. maria isabel - junho 10, 2009
2. Ericka - julho 19, 2009

Olá!!Parabéns pelo site……
Sou professora, acho interessante a iniciativa do site…voltado para estudantes… Como sugestão, incluiria algumas atividades após os conteúdos, ajudaria os alunos a estudarem mais..

3. Kamyla - agosto 20, 2009

Eu sou aluna,estudo na Primo Bitti em Aracruz,eu meus colegas de classe gostamos muito desse site.Tudo o que procuravamos nos encontramos.

4. Karlinhaah Deboxada akii - agosto 20, 2009

Gastaaa….
Passando aki pra dizer q esse site é muito fodaa GOstei muito
das suas ´pesquisas …

Bjussss By:Ella

5. Myllena BDD - agosto 20, 2009

Oiê….

aki pra dizer o quanto esse site é louko
gostei muitasso de passar por aki….

Fuiiii By:deboxada

6. Tayene - abril 26, 2010

Oiiiê…
Aprendi bem melhor!!

7. késia - maio 4, 2010

nossa vei
adorei muito show
gostei dssi site,
encontrei oq eu precisava
bjz*-*

8. késia - maio 4, 2010

bjao pra toda galera do
JOAQUIM NOGUEIRA
do 2 ano d informatica
amo vcxxx…

9. ines - maio 10, 2011

olha c6 estao de parabens …

10. ines - maio 10, 2011

esses textos sao otimos eu adorei tem tudo o que eu preciso…. s2

11. jonathan - junho 18, 2013

bom d+++

12. jefferson - junho 20, 2013

bom de mias gostei muito (Y)

13. juliana collucci - outubro 29, 2015

muito bom….vai me ajudar muito nas provas de ciencias politicas.
top de linha.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 198 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: