jump to navigation

Revolução Francesa março 1, 2008

Posted by portaldoestudante in História.
Tags: ,
trackback
Napoleão BonaparteMais uma vez o absolutismo, com sua politica economica mercantilista, passou a constituir um grande entrave ao desenvolvimento burguês e capitalista, levando a grandes manifestações, que resultaram na Revolução Francesa.
A burguesia, que desde o Antigo Regime já possuia o poder econômico, queria agora o político. Diante da insatisfação do povo, os burgueses souberam liderar os grupos revolucionarios que surgiam e formar um grande Estado burguês. Entretanto, Marat, Danton e Robespierre, liderando alguns grupos de manifestantes radicais, ameaçaram a hegemonia burguesa frente a Revolução. A França era, no período pré-revolucionário, dividida em estados (ou estamentos). O 1° Estado era composto pelo clero; o 2° Estado pelos nobres e o 3° pelo povo (incluindo a burguesia, que era marginalizada socialmente). Tanto o clero quanto a nobreza não pagavam impostos e ainda tinham privilégios. Era a população miserável que mantinha o Estado, por meio de impostos.
Durante a Revolução, o povo queria a implantação da fisiocracia e tinha, como bandeira ideológica, o Iluminismo.
CAUSAS DA REVOLUÇÃO
O rei francês governava sem nenhum empecilho à exerção da sua autoridade, além de ser insensível a tremenda desigualdade social vivida pelo seu país. Responsável pela fome e miséria no qual vivia a população, o rei foi severamente criticado. Devido às várias guerras e aos gastos com a corte, a França entrou em uma insolúvel crise financeira. Para tentar solucionar o problema, criava-se impostos que, cada vez mais, ficavam impossíveis de serem pagos. Mais tarde foi feito um ruinoso tratado comercial com a Inglaterra, no qual era permitida a entrada do vinho francês com baixas tarifas alfandegárias na Inglaterra e fazia-se o mesmo com os tecidos ingleses na França. Isso arruinou a industria manufatureira francesa, exaltando os ânimos burgueses.
Devido ao surgimento de revolucionários, os próprios soberanos passaram a criticar o absolutismo, visando diminuir a intolerância popular e sobreviver à revolução, ou seja, manter seus privilégios. Contudo, o resultado foi uma maior debilitação do absolutismo e a continuação da insatisfação geral.
Diante da enorme pressão sofrida pelo rei, houve a convocação da Assembléia dos Estados Gerais onde iria acontecer uma votação para decidir o futuro do país. Percebendo a superioridade, em número, do 3° Estado, o rei logo proibiu a entrada do povo na Assembléia, levando-os à revolta.
Para conter a revolução, o exército francês foi colocado de prontidão. Mediante a essa ameaça, a população tomou armas e foi nesse período que houve a queda da Bastilha (uma fortificação onde eram guardadas armas e sua queda foi considerada o símbolo da Revolução Francesa). Em meio a esse quadro, vários nobres foram massacrados, principalmente pelo campesinato, iniciando, assim, o período do Grande Medo.
ETAPAS DA REVOLUÇÃO
A partir do Grande Medo, a burguesia tomou o poder e a Assembléia dos Estados Gerais passou a se chamar Assembléia Nacional. Acabou-se com os privilégios da aristocracia, os bens da Igreja Católica foram confiscados, e criou-se a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, que etabelecia a igualdade de todos perante a lei e o direito a propriedade privada. Foi criada a 1° Constituição, que definia uma monarquia constitucional e a divisão dos poderes em executivo, legislativo e judiciário. Entretanto, houve a seperação do 3° Estado da burguesia, devido ao estabelecimento do voto censitário (voto mediante a renda do indivíduo) e algumas proibições criadas pelos burgueses para o povo. A França havia se tornado um Estado burguês, porém não satisfazia o interesse do povo. Com o confisco dos bens da igreja, o papa condenou a revolução e, com isso, o clero se dividiu em juramentado, os clérigos que aceitavam a revouloção e os refratários, aqueles que a recusavam.
Com a insatisfação do povo, passou-se a ter uma disputa entre dois partidos políticos. Os Girondinos, composto por burgueses moderados e os Jacobinos, composto pelos Sans-Culottes (pobres) radicais. O 1° era um partido de direita (por sentarem-se ao lado direito da Assembléia, que mudou novamente de nome, passando a se chamar Convenção Nacional) e o 2°, liderado por Danton, Marat e Robespierre, constituía um partido de esquerda (por sentarem-se no lado esquerdo da convenção). Foi desse período que se originou a designação direita e esquerda política. Além disso houve a proclamação da república.
Com medo que esse ideal de revolução contra o absolutismo se espalhasse por toda a Europa, os países vizinhos da França resolveram formar um exército. O exército dos Emigrados.
O governo burguês no Estado francês perdeu expressão devido a crise financeira, a separação do 3° Estado da burguesia e a insatisfação geral. A partir de então, os Jacobinos tomaram o poder na França e iniciou-se o período conhecido como Convenção Montanhesa (diz respeito a esquerda). Várias mudanças foram feitas para beneficiar os sans-culottes. Criou-se a Constituição do ano I
que impunha o fim da escravidão, dos privilégios aristocráticos, a lei do Preço Máximo (que prejudicava a burguesia), o fim do voto censitário e a criação de um governo democrático.
Os Jacobinos governavam o país por meio do Comitê de Salvação Pública, que era o órgão que administrava e protegia o país contra ameaças externas – semelhante ao poder executivo atualmente; o Comitê de Salvação Nacional, que protegia o país de ameças internas – semelhante ao legislativo; Tribunal Revolucionário, que julgava e condenava à morte os opositores da revolução. Foi nesse período que se iniciou o Terror, caracterizado pela execução de milhares de pessoas. Estima-se que tenha sido algo em torno de 40.000 executados.

Diante da crise financeira e as ameaças de execução, Robespierre foi gradativamente perdendo prestígio, até que os girondinos retomam o poder.
Os burgueses moderados passaram a governar a França por meio do Diretório. Não havia divisão dos poderes.
A Revolução Francesa chega ao fim com o golpe de estado dado pelos próprios girondinos, com Napoleão Bonaparte à frente. O Diretório passa a se chamar Consulado. Com Napoleão no poder, as conquistas burguesas foram definitivamente consolidadas.
A Revolução serviu de influência para a emancipação de vários outros países, incluindo os latinoamericanos.

Vote no Portal do Estudante no TOP30. Clique aqui para votar!

Assista ao vídeo – Revolução Francesa – Causas. Clique aqui!

About these ads

Comentários»

1. gabriela - maio 10, 2008

eliz dia das maes

2. gabriela - maio 10, 2008

FELIZ DIA DAS MAES!!!

PARABENS

3. LIDIANE - maio 15, 2008

O QUE MUDOU NO PODER POLITICO DA FRANÇA COM A REVOLUÇAO FRANCESA

ME AJUDE
ESTOU PEDINDO SOCORRO

4. ghgfdhgf - maio 27, 2008

aumenta o tamanho da letra faloooo

5. mayra - junho 11, 2008

resuma mas os textos parece ate testamento ou relatorio de advocacia!!!

6. lise - setembro 13, 2008

mto bom o texto… :D
bjuss

7. naah - setembro 22, 2008

genteee!
eu to pedindo realmente SOCORRO!
eu to NECESSITANDO de ajuda para saber…
QUAL ERA A SITUAÇÃO ECONOMICA FRANCESA NO período revolucionario!
beijoooooos

8. naah dinovuoo - setembro 22, 2008

acheeeeei :)
bigaduuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu ;)

9. Jessika Leny - outubro 16, 2008

Oii….

adorei essee site…

pq nele consigo tudo o que procuro…

Bjus

♥♥Jessikita♥♥

10. leandro silva - novembro 10, 2008

victor fada das era1

11. vanessa - novembro 26, 2008

queria fazer uma avaliaçao se realmente houve alguma mudança.

12. Revolução Francesa « Vídeos - O Portal do Estudante - dezembro 6, 2008

[...] Dezembro 6, 2008 — portaldoestudante Clique aqui para ver esse post [...]

13. cici - dezembro 10, 2008

Adorei o site, encontrei tudo que eu queria!!!!!!!!!!!!!

14. Ana - janeiro 30, 2009

Olá, gostaria de saber em qual estado os soldados estavam inseridos na Revolução Francesa!! É urgente!!!!!
Abços

15. stefanny - março 30, 2009

adorei este site tem tudo que procuro

beijokas tchau

fanny

16. stefanny - março 30, 2009

adolu td qe tm queria saber qm comandava a revoluçao antigamente me ajudem é “urgente”

big bejokas
fanny h gata

17. juliana - maio 20, 2009

rejuma mais os texto
beijos

18. Claudia - junho 17, 2009

vooc qer me adc no msn? Clau_cpa@hotmail.com
adc pra gente bate um papo! :}

19. pomba colombo - julho 9, 2009

eu tenho uma pergunta pra fazer pq o penis da krishna e tao grande o senhor pode me ressponder
issoooo

programas a partir de $0,006 a hora
obrigado rererererererere
cottage

20. pomba colombo - julho 9, 2009

o senhor pode me responder pq o penis da krishna e tao grande e do irmao quevim com q e m no final e tao pequeno
o brigado programas apartir de $0,0002 rerereer a hora krishna programas²

obrigasdo

21. Leonardo Premero de O Cruz. - agosto 28, 2009

A classe sócial mais benaficiada da Revolução Francesa foi a burguesia.
Que tambem é considerada culpada de tal!

22. sk - setembro 2, 2009

muito bom tem tuudo que presciso,meu trabalho foi demais .

obrigada. !

23. MaDéNa - setembro 10, 2009

Ooi muuito legaal o site! Maas saabe neh a geente ta mais ligaada naas paraadas da atualidaade, neem qereemu sabê de história! éec! HAHA’ /zoazoa (y’

24. Deh - setembro 10, 2009

Néh amigaa,a gnt taah mais liigada nas coiisas de agooraa sakolé? Tipo balaadas,cm mtas cerveja,gatinhus,ae sabs néh?Paah SHUASHAUSHAUSHUAHSUHS’ ;P uh negociu mermu éh só zueraaaaa… hoho (66′

25. Naaty - setembro 10, 2009

kara o meu negocio é curtir cm minhas amigas sakolé?
mexe cm homem, sô profi morô…

26. MaDéNa - setembro 10, 2009

Aaaah com tdas as cervejaaaas…Us homeens,i vses claruu…uhuuuul! õ/\ô HAHA’ Aaaaaaaaaaaaaamu vuxês eein parceeras de sacanagem, OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOURRA, hsuashuahsuahsuhas mentiira, sacanagem nãao neh, (66′ ;P

27. Deh - setembro 10, 2009

Ain miigas concordu sabs…Eu taméim AmO mais qe tdo sakolé? (h)

28. Naaty - setembro 10, 2009

CAaaaaaaaaaaaara, assim vaamu encerrar a conveersa aqi, beejim,beejim…(L

29. jackellynne - outubro 20, 2009

poxa gostei d tudo mais o q eu queria naum tem q era as fotos dos símbolos da revolução francesa mais tudo bem bjokaxxxx no s2 d vxs xausinhooo
fuiiiiiii

30. josenildo - junho 16, 2010

hi my name is josenildo!

31. ellen - setembro 30, 2010

ótiimioo sit ameiiiiiiiiiii

32. isabela vida loka - outubro 21, 2010

que diabo de sit é esse essa porra ñ tem o símbolo da revolução francesa e eu preciso é de 5 símbolos porra

33. Bruno Francisco (@Brunaofrancisco) - setembro 11, 2011

mme ajudou bastante com minha pesquisa…

34. JULIO - setembro 26, 2011

ME AJUDE PRECISO SABER SOBRE A QUELA TOCA VERMELHA SIMBOLO DA REVOLUÇÃO FRANCESA MAE AJUDE POR FAVOR

35. Carla - novembro 7, 2011

Barrete Frígio (gorro vermelho) usado pelos milicianos na tomada da Bastilha. O barrete é símbolo tão republicano, que surge no desenho da bandeira dos estados de Santa Catarina.

36. Liandra - maio 5, 2012

mt bom

37. maikon - maio 28, 2012

que cú

38. tatá - agosto 17, 2012

Èer da pro gasto !!!!!

39. ezequias - junho 24, 2013

eh bom para os estudos


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 163 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: